sábado, 5 de julho de 2014

De onde vem o orgulho de ser Sikh?

Um amigo me contou um  incidente que ficou para a história de todos os sikhs e eu gostaria de compartilhar com vocês:

"Durante a última férias, alguns amigos vieram para Delhi. Eles alugaram um táxi para passear na cidade. O motorista era um velho Sardar  (sikh que usa turbante) e os meninos começaram a fazer piadas de Sardar , só para provocar o velho. Mas, para sua surpresa, o motorista permaneceu imperturbável ..


No final dos passeios, eles pagaram o taxi . O Sardar devolveu o troco, mas ele deu uma rúpia extra e disse: '' Meus filhos, desde  manhã vocês ficaram contando piadas de Sardarji . Eu ouvi a todos elas e deixe-me dizer-lhe , algumas piadas foram de muito mau gosto. Ainda assim, eu não me importo porque eu sei que vocês são jovens e ainda não conhecem o mundo. Mas eu tenho um pedido. Eu estou dando uma rúpia extra . Dê essa rúpia para o primeiro mendigo Sikh Sardar que você encontrar nesta ou em qualquer outra cidade ! "
Depois de muito tempo o rapaz que ganhou essa rúpia disse : "Essa moeda de uma rupia ainda está comigo. Eu não consegui encontrar um único Sardar mendigando em nenhum lugar. "

Meu amigo continuou: hoje esse rapaz se tornou sikh, usa turbante e ainda guarda a moeda com ele.

MORAL :O segredo por trás do sucesso universal dos sikhs é a sua vontade de fazer qualquer trabalho com a máxima dedicação e orgulho. Um Sardar vai dirigir um caminhão ou abrir uma oficina na estrada, ou  montar uma barraca de suco de frutas ... mas ele nunca vai mendigar nas ruas."
Porque Sikhs contribuem com :* 33 % do imposto de renda total* 67 % do total de instituições de caridade* 45 % do exército indiano* 59.000 + + gurudwaras servem comida para 5.900.000 + pessoas todos os dias !
Tudo isso porque eles fazem parte de apenas 1,4% da população indiana total.


Os sikhs são muito orgulhosos de seu turbante porque isso representa o caráter e a devoção de um homem.
Sikhs são reconhecidos como uma das comunidades que mais trabalham , mais prósperas e diversificadas do mundo.

5 de Julho: Aniversário do 6º Guru Har Gobind Ji

O único filho de  Mata Ganga e Guru Arjun Dev Sodhi nasceu e cresceu em Amritsar. Seu pai recusou uma oferta de casamento para o menino com a filha de Chandu, um nobre Mughal.
Por volta dos 10 anos de idade, Har Govind se casou com Damodari e depois, foi prometido a Nankee. Aos 11 anos de idade, seu pai se tornou o primeiro mártir Sikh devido um ato de vingança por Chandu.
Har Govind sucedeu seu pai como sexto guru, se casou com sua noiva Nankee, e mais tarde se casou com Maha Devi. Ele foi pai de cinco filhos e uma filha.

Ele levantou um exército pois todos os sikhs precisavam defender os fracos e usava duas espadas que simbolizam a autoridade política e espiritual, uma à sua esquerda e outra à direita. Nomeou uma de "Miri", representando Poder Temporal , e a outra "Piri", representando o Poder Espiritual, uma para ferir o opressor e outra para proteger os inocentes.

 Guru Hargobind também foi o inventor do Taus. Ao assistir a um pavão cantando, o Guru quis fazer um instrumento para imitar o som do pavão, criando assim o Taus.



Introduziu artes marciais e treinamento de armas e criou uma força militar permanente para a defesa das massas após o martírio de seu pai.
Realizou duas espadas nomeados Miri e Piri.
Foi o primeiro Guru a usar um trono.
Construiu o Akal Takht em 1608 - o que é hoje um dos cinco Takhats (lugares de poder) da religião Sikh.
Fundada na cidade de Kiratpur no Distrito Rupnagar, (antigo nome Ropar), Punjab
Ficou preso no forte de Gwalior por um ano, aparentemente rezando pela recuperação do doente imperador Jahangir. Quando Jahangir ordenou a sua libertação, ele se recusou a deixar a prisão a menos que 52 presos Rajas hindus fossem libertados também. Inteligentemente, ele ganhou sua liberdade, transformando as próprias palavras do imperador contra ele. Para assinalar esta ocasião, os Sikhs comemoram Bandi Chorr Divas em homenagem a sua libertação e Diwali em honra de seu retorno a Amritsar.
Primeiro Guru se engajar na guerra: lutando e vencendo quatro batalhas defensivas contra as forças de Mughal.


O guru deixa a prisão e liberta com ele os outros prisioneiros